Bolsonaro volta a defender voto impresso nas eleições de 2022
Blog do Professor Gil - Timbiras e Região

Bolsonaro volta a defender voto impresso nas eleições de 2022

O presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a sua live semanal, na quinta-feira (06), voltou a defender que o Brasil retorne para o voto impresso, já nas eleições do ano que vem.

Bolsonaro abordou o assunto ao comentar uma declaração do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que afirmou, em entrevista nesta semana, que o voto impresso ocasionaria o “caos” para o Brasil. O presidente da República criticou a postura adotada por Barroso.

“Olha, eu acho que ele é o dono do mundo, da verdade absoluta. Só pode ser. Não pode ser contestado. Estou preocupado. Se Jesus Cristo baixar na Terra, será [office] boy do ministro Roberto Barroso”, disse.

Finalizando o assunto, Bolsonaro afirmou que se o Congresso Nacional aprovar a modificação e o retorno do voto impresso, não terá como o STF contestar e “sem voto impresso não terá eleição”.

“A única republiqueta que aceita esse tipo de voto no mundo, voto eletrônico, é a nossa. Isso tem que ser mudado. Se o parlamento brasileiro por maioria qualificada aprovar e promulgar vai ter voto impresso em 22 e ponto final. Vou nem falar mais nada. Vai ter voto impresso, porque se não tiver voto impresso, não terá eleição, acho que o recado tá dado”, concluiu Bolsonaro.

É aguardar e conferir.

Categoria: Notícias