Busca Ativa Escolar trabalha para evitar a evasão escolar na rede municipal de educação de Caxias (MA)
Blog do Professor Gil - Timbiras e Região

Busca Ativa Escolar trabalha para evitar a evasão escolar na rede municipal de educação de Caxias (MA)

A Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (SEMECT), implementa estratégias de enfrentamento ao abandono escolar junto ao Programa Busca Ativa Escolar que está alinhado a Campanha Fora da Escola Não Pode, uma iniciativa promovida pela UNICEF. Nesta direção, o Plantão Social busca impedir que as crianças não se evadam das escolas por conta da pandemia ou qualquer outro motivo.

“Nosso objetivo é evitar que o aluno fique fora da escola, e nós do Plantão Social, ficamos muito preocupados com a infrequência, mas percebemos que na nossa avaliação conseguimos bons resultados através dessa parceria entre família e escola”, disse Antônia da Cruz

A gestora adjunta da escola Ruy Frazão, Cristiane Carvalho, explicou como está sendo feito o trabalho de resgate dos alunos para a escola. “O principal desafio é buscar os alunos para a escola, mas com a parceria do Plantão Social, estamos desenvolvendo trabalhos que foca conscientizar os pais para que estes, incentivem seus filhos a não ficarem desmotivados”, frisou Cristiane Carvalho.

A SEMECT se empenha em cadastrar as turmas na plataforma do Programa Busca Ativa, pois é uma das maneiras que a escola possui parar fazer o controle da frequência, além de observar o desempenho das escolas. “Nossa responsabilidade é cadastrar e alimentar o sistema semanalmente, com a frequência realizada pelos professores. Diante desses dados, a escola estará verificando mais de perto seu desempenho e agindo”, destaca Ana Maria Lima, técnica verificadora da SEMECT, na UIM Paulo Marinho.

Para a coordenadora do Busca Ativa Escolar, Delcy Silva, encarregada de está instruindo a gestão escolar, é de suma importância que todos se atentem as estratégias a fim de manter os alunos nas escolas recebendo um ensino de qualidade. “As estratégias realizadas de acompanhamento dos alunos matriculados na rede pública municipal de ensino promovem a inclusão escolar de crianças, adolescentes, jovens e adultos, que se encontram fora da escola no município. Diante desse dados, a escola estará verificando mais de perto seu desempenho, e agindo de maneira a evitar que o aluno não desista do seu direito de estudar, mesmo em tempo de pandemia”, destaca Delcy Silva, coordenadora do Busca Ativa Escolar. (Da assessoria)

Categoria: Notícias