Edivaldo Jr. deixa dinistas com a pulga atrás da orelha
Blog do Professor Gil - Timbiras e Região

Edivaldo Jr. deixa dinistas com a pulga atrás da orelha

Não é bem assim…

Da coluna Estado Maior

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior, recém-filiado ao PSD, deixou aliados do governador Flávio Dino (PSB) – e, talvez, até o próprio socialista – com uma pulga atrás da orelha.

Na sexta-feira, em entrevista ao quadro Bastidores, com a jornalista Carla Lima, no Bom Dia Mirante, ele firmou que sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão não tem ligações com qualquer grupo.

E isso inclui (ou exclui) o do chefe do Executivo estadual.

– Nossa pré-candidatura é independente e faz parte do projeto nacional do partido, que tem buscado nomes com potencial eleitoral dentro dos estados. E aqui no Maranhão recebi o convite do presidente nacional, Gilberto Kassab, assim também como do presidente estadual e deputado federal Edilázio Júnior. Aceitei o desafio, aceitei o convite de poder me filiar ao partido. Então, a nossa pré-candidatura está inserida dentro deste projeto nacional de fortalecimento do PSD em todo o país -, avaliou.

Segundo ele, a pré-candidatura “é para valer”, sem possibilidade de recuo.

Muito próximo de Dino pelo menos até as eleições do ano passado – quando preferiu recolher-se no segundo turno enquanto o governador movia céus e terra pela eleição de Duarte Júnior (Republicanos), que acabou derrotado por Eduardo Braide (Podemos) – Edivaldo preferiu não esticar conversa sobre sua ligação atual com o gestor estadual.

– Nada mudou. Continuamos, amigos e respeitando um ao outro -, declarou.

De fato, o ex-prefeito esteve reunido com o governador dias antes da sua filiação ao PSD, e declarou que o apoiará para o Senado.

À coluna, contudo, membros do governo garantem que Edivaldo precisou pedir duas vezes por uma audiência no Palácio dos Leões, antes de ser atendido na terceira tentativa.

Pelo visto, a tese de “nada mudou” não é bem assim…

Categoria: Notícias