Médico da UFMA defende lockdown de 14 dias no Maranhão
Blog do Professor Gil - Timbiras e Região

Médico da UFMA defende lockdown de 14 dias no Maranhão

O médico epidemiologista e professor da UFMA, Dr Antônio Augusto Moura, está defendendo a tese que se tenha lockdown nos próximos 14 dias no Maranhão em razão da crescente de casos do novo coronavírus em especial a descoberta da nova variante já circulando na Ilha de São Luís.

De acordo com Dr Antônio Augusto Moura, o pedido dos defensores públicos Clarice Binda, Diogo Bugs e Cosme, faz todo o sentido e as autoridades deveriam adotá-lo imediatamente.

O epidemiologista afirma que a carga viral variante P1 do sars-cov-2 é muito mais forte do que a anterior que assolou o Brasil e o mundo em 2020.

Ele ainda alerta que todas as pessoas vacinadas ainda precisam de um mês, após a aplicação da segunda dose para garantir uma imunidade contra o coronavírus, porém não existe 100% de eficácia para a nova variante.

Com o lockdown, só funcionariam serviços essenciais como supermercados, farmácias, hospitais e deliveries. O resto voltaria a ser fechado.

Categoria: Notícias