SOMOS TODOS DESCARTÁVEIS, por professor Walterli Lima.
Blog do Professor Gil - Timbiras e Região

SOMOS TODOS DESCARTÁVEIS, por professor Walterli Lima.

Pobres homens mortais e ridículos.

Alexandre sonhou em ser grande e o tempo reduziu seus feitos a rodapés de livros de histórias.

Tantos outros homens seguintes alimentaram a mesma efêmera ilusão.

Quantos anônimos tiveram a espada atravessada no corpo nos campos de batalha?

Ela, mulher, jovem, apta para o trabalho, trabalho que produz, faz a mola do mundo girar e amontoa fortunas em bolsos alheios.

Trabalho para o qual, impulsionada pelo ímpeto que nos veda os olhos, dedicou grande parte de sua vida.

Um certo dia, ao final de mais um turno de trabalho, aquela mulher desceu do alto do quinto andar e de passos apressados fora distraidamente apanhada ao atravessar a rua.

Cansada, foi atirada ao esquecimento antes mesmo do sol voltar a nascer outra vez.

Só somos úteis enquanto estamos aptos a produzir.

Na manhã seguinte, de cabelos bem penteados e trajes bem vestidos, o jovem postulante ao cargo que acabara de surgir sobe as escadas a sorrir com o mesmo ímpeto daquela mulher a tempos atrás.

Somos todos descartáveis quando deixamos de ser úteis.

Úteis para os meios de produção, consumo e trabalho.

Trabalho para ganhar dinheiro, dinheiro não, trocados para se gastar nas filas em que se pagam o que comer.

Comer o pão para manter o corpo de pé.

Beber a água para afogar a sede.

Tomar o ópio para embriagar a alma.

E ao final, agradecer pela vida mal vivida, consumida pela ferrugem das horas cansadas.

Prof. Walterli Lima

Categoria: Notícias